Servicios en comunicación Intercultural

Brasil: CTI lanza boletín de enero 2011 sobre pueblos en aislamiento

El Centro de Trabajo Indigenista (CTI), comparte su edición enero 2011  que contiene fotos inéditas, artículos de reflexión en español y portugués sobre los pueblos indígenas aislados que se encuentran en la frontera de Perú con Brasil.

Janeiro de 2011

Data: 31 de janeiro de 2011

As autoridades brasileiras acreditam que o influxo de madeireiros está empurrando índios isolados do Peru para o Brasil, e é provável que os dois grupos entrarão em conflito.

Fonte: blog da Amazônia

Data: 31 de janeiro de 2011

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Funai informou que as imagens foram feitas no ano passado. Até agora, as fotografias ainda não tinham sido divulgadas. De acordo com a ONG, a tribo fotografada é a mesma que foi registrada em 2008 pela primeira vez. Nas novas imagens divulgadas, foi possível chegar mais perto dos índios.

Fonte: G1- portal Globo

Data: 31 de janeiro de 2011

As fotos foram tiradas pela Funai (Fundação Nacional do Índio), que autorizou a Survival utilizá-las como parte de sua campanha para proteger o território dos índios isolados. Elas revelam uma comunidade próspera e saudável com cestos cheios de mandioca e mamão fresco cultivados em suas roças.

Fonte: Folha.com

Data: 31 de janeiro de 2011

Localizado perto da fronteira com o Peru, o povoado estaria sendo pressionado pelos madeireiros, que avançam pelo território nacional a partir do país vizinho. Autoridades brasileiras temem que o descolamento dos indígenas provoque choques com outras tribos na região.

Fonte: Estadão online

Data: 31 de janeiro de 2011

Nuevas fotos obtenidas por Survival International muestran a indígenas no contactados con un detalle nunca visto. Los indígenas de las imágenes viven en Brasil, cerca de la frontera con Perú, y aparecen en el episodio “Selvas” de la nueva serie de la BBC “Planeta Humano”.

Fonte: Survival

Data: 22 de janeiro de 2011

Essas terras indígenas, além de garantir a segurança física e cultural dos povos indígenas, contribuem também para a preservação da floresta amazônica, já que o uso desses territórios é exclusivo para os indígenas. "Esses povos indígenas vivem visceralmente da floresta, não tem como separar. Todos os povos indígenas vivem da terra, da floresta, mas os povos isolados aprofundam essa relação", afirma Gilberto Azanha, coordenador geral do CTI.

Fonte: USAID

Data: 21 de janeiro de 2011

O sertanista Sydney Possuelo, considerado um dos mais importantes indigenistas do Brasil, lançou em dezembro passado uma carta aberta em defesa dos povos indígenas que vivem em isolamento na floresta amazônica.

Fonte: A Crítica

Data: 20 de janeiro de 2011

De acordo com levantamento divulgado em dezembro passado pelo Centro de Trabalho Indigenista – CTI, “nos últimos 11 anos (de 2000 a 2010) a Terra Indígena Vale do Javari registrou pelo menos 325 óbitos. Em 11 anos já morreu 8% da população dessa terra indígena. Em média uma morte a cada 12 dias”. As organizações indígenas já mobilizaram vários setores do governo, denunciam com frequência por meio da imprensa local e nacional, acionaram inúmeras vezes o Ministério Público Federal e nenhuma das ações até o momento desenvolvidas por todos esses órgãos resultaram em solução de curto, médio ou longo prazo.

Fonte: CIMI

Data: 19 de janeiro de 2011

Na “Carta Aberta em Defesa dos Povos Indígenas Isolados”, escrita em espanhol, Possuelo explica que represas e estradas estão sendo construídas na Amazônia sem propor ações efetivas para a proteção destes povos: “Se persistirem estas atitudes, o destino dos isolados já está determinado, eles desaparecerão”.

Fonte: Oeco Amazonia

Data: 18 de janeiro de 2011

Entrevista com Maria Elisa Ladeira, coordenadora do Centro de Trabalho Indigenista.

Fonte: Jornal da CBN

Data: 16 de janeiro de 2011

Segunda maior terra indígena do país, a Vale do Javari, no Amazonas, teve nos últimos 11 anos uma morte de índio a cada 12 dias, segundo levantamento da ONG Centro de Trabalho Indigenista.O total de mortes no período soma 325, o equivalente a 8% da população da terra indígena, afirma a entidade.Com área equivalente ao dobro do Estado do Rio de Janeiro, a Vale do Javari, na fronteira com o Peru, reúne uma das maiores concentrações de índios isolados do mundo. A população é estimada em 4.000.

Fonte: Folha de S.Paulo

Data: 12 de janeiro de 2011

Alexandre Padilha, que é médico infectologista, já foi Diretor de Saúde Indígena da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e esteve várias vezes no Vale do Javari, segundo lembrou Rufino, que aposta no conhecimento que o ministro tem sobre populações indígenas para apresentar uma solução definitiva para o problema da saúde daquela região.No Vale do Javari vivem cerca de 4 mil indígenas das etnias marubo, kanamari, matis, kulina, maioruna, korubo e outros povos não contatados.

Fonte: A Crítica

Responsáve:  Helena Ladeira

Valoración: 
0
Sin votos (todavía)

Añadir nuevo comentario